GESTÃO DOS RISCOS

A política de gestão integrada de riscos do Banco BAI Micro Finanças (BMF), tem como objectivo definir: (i) o perfil para cada risco identificado como material para o Banco, visando a proteção da solidez do BMF e (ii) as linhas de orientação para a implementação de um sistema de gestão do risco que permita a identificação, avaliação, acompanhamento, controlo e reporte de todos os riscos materiais inerentes à actividade do Banco.

O Sistema de Gestão de Risco do BMF é composto por: Órgão de Administração, Comissão Executiva, Comissão de Gestão do Risco, Gabinete de Risco, Gabinete de Compliance, Gabinete de Auditoria, Direcção de Organização e Sistemas e, Unidades de Estrutura do Banco.

O Órgão de Administração é responsável por definir, aprovar e implementar um sistema de gestão de riscos que permita a identificação, avaliação, controlo e acompanhamento de todos os riscos materiais a que o banco se encontra exposto.

PRINCIPAIS TIPOS DE RISCOS
Risco de Crédito
A probabilidade de ocorrência de impactos negativos nos resultados ou no capital, devido a incapacidade de uma contraparte cumprir os seus compromissos financeiros perante a instituição, incluindo possíveis restrições à transferência de pagamentos do exterior.
Risco da taxa de câmbio
A probabilidade de ocorrência de impactos negativos nos resultados ou no capital, devido a movimentos adversos nas taxas de câmbio de elementos da carteira bancária, provocado por alterações nas taxas de câmbio utilizadas na conversão para a moeda funcional ou pela alteração da posição competitiva da instituição, devido a variações significativas das taxas de câmbio.

Risco operacional

A  probabilidade de ocorrência de impactos negativos nos resultados ou no capital, decorrentes da inadequação dos processos internos, pessoas ou sistemas, possibilidade de ocorrência de fraudes, internas e externas, bem como dos eventos externos. Inclui o risco de compliance e de sistemas de informação:

Risco de compliance: proveniente de violações ou incumprimento de leis, regras, regulações, contratos, práticas prescritas ou padrões éticos;

Risco de sistemas de informação: proveniente da inadequação das tecnologias de informação em termos de processamento, integridade, controlo, disponibilidade e continuidade, proveniente de estratégias ou utilizações inadequadas.

Risco de taxa de juro
A probabilidade de ocorrência de impactos negativos nos resultados ou no capital, devido a movimentos adversos nas taxas de juro de elementos da carteira bancária, por via de desfasamentos de maturidades ou de prazos de refixação das taxas de juro, da ausência de correlação perfeita entre as taxas recebidas e pagas nos diferentes instrumentos financeiros do balanço ou elementos extrapatrimoniais.
Risco de liquidez 
A  probabilidade de ocorrência de impactos negativos nos resultados ou no capital, decorrentes da incapacidade de a Instituição dispor de fundos líquidos para cumprir as suas obrigações financeiras, à medida que as mesmas se vencem.
Risco de estratégia
A probabilidade de ocorrência de impactos negativos nos resultados ou no capital, decorrentes de decisões estratégicas inadequadas, da deficiente implementação das decisões ou da incapacidade de resposta à alterações do meio envolvente ou a alterações no ambiente de negócios da instituição.
Risco de reputação 
A probabilidade de ocorrência de impactos negativos nos resultados ou no capital, decorrentes de uma percepção negativa da imagem pública da instituição, fundamentada ou não, por parte de clientes, fornecedores, analistas financeiros, colaboradores, investidores, órgãos de imprensa ou pela opinião pública em geral.
  • LinkedIn - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo

SIGA-NOS

CONTACTOS

SEDE

AV. PEDRO DE CASTRO VAN-DÚNEM "LOY"

EDIFÍCIO ACADEMIA BAI, C - 3º ANDAR, MORRO BENTO LUANDA | ANGOLA

T (+244) 222 014421 | 222 014422 | 923639995 |923639996

F (+244) 222 430 07